As notícias do país, que há meses e meses trazem corrupções e a demonstração de que ética e valores humanos estão definitivamente acabados, me dá vontade de pegar um avião e descer em outro país. Qualquer um – onde não haja de preferência noticiário sobre o Brasil.

Queria esquecer que nasci aqui.

Tenho vergonha absoluta, na verdade.

Fui ensinado a ser honesto, estudar, etc… Coisa que hoje não tem a menor valia.

Vejo na TV que a vagabunda da Dilma se propala como honesta e íntegra. E que vai se defender no Senado se definindo assim, contra o Golpe. Inacreditável, depois que afundou o país e fez tudo o que fez. Coisa de mentecapto.

Não tenho mais saúde para isso. Quero ir-me embora. Pra qualquer lugar longe daqui. Aqui não há mais qualquer esperança. Basta ver que – depois de tudo isso que aconteceu – nos imbecis em que a população pretende votar para prefeitos. Pessoas de uma corja que nos tem prejudicado anos a fio. Erundina, por exemplo, em SP, tem 10% das intenções de voto. Esse povo tem mais é que se fuder. Gente boa, competente, mais ou menos honesta, nem aparece nas intenções de votos.

Então o que temos e teremos é isso. Uma repetição da votação em incompetentes e despreparados. Isso é o Brasil. E quem está errado sou eu. Estou no país errado, com os valores errados.

(1)