Quando Trump venceu as eleições, fiquei convicto de que estava iniciada a terceira guerra mundial.

Mal se passaram 100 dias de sua posse e isso se configura como pura realidade. Um sujeito sem princípios – nem fins – que precisa mostrar seu poder para dar significância à sua pobre existência. E que usa esse poder para se mostrar, aparecer, ser midiático.  O problema, no caso, é que seu poder pode afetar a vida de bilhões de pessoas no planeta. Ter um louco no poder do país mais poderoso do mundo é, em si, um crime lesa humanidade. Estamos todos condenados à sua loucura. Eu, minha esposa, meus filhos e, infelizmente, também meus netos. Os seus e os meus, onde quer que estejam e vivam.

Dilma, no Brasil, tinha o poder de destruir nossa economia – e o fez com perfeição invejável, gerando recordes de desempregados e de desempresários. Maestria absoluta de incompetência da gestão pública e do dinheiro dos contribuintes, reorientados para falcatruas e subornos institucionalizados pelo Partido dos Trabalhadores.

Trump, nos USA, tem o poder de destruir nações e mesmo o planeta. Basta atiçar a sua pretensa virilidade. O homem é a besta, a besta do apocalipse(*). Apoiado por americanos sem perspectivas de melhoria de vida – mas que lhe dão um sentimento de existência com significado e um alvará de poder – a besta, ou o louco, irá até as últimas consequências, promovendo guerras e desumanidades em geral. Tudo para proteger o país dele, é claro – e seu poder.

A que ponto chegamos. O perigo é não chegarmos a nenhum ponto mais. E termos pela frente, os impérios da desesperança, do sofrimento e das desumanidades. Revivendo diversas das barbáries que já foram cometidas no planeta, agora multiplicadas por múltiplos fatores. Armas produzem dinheiro, aceleram economias. Vitalizam mercados produtores. Guerra é vida econômica.  Então vamos viver anos de guerras, em todos lugares plausíveis, possíveis, imagináveis

Ficam aqui meus votos a todos imbecis americanos que votaram em Trump. Que o inferno, muito em breve, seja sua morada.

 

(4)